Boletim da SBPMat – 60ª edição – edição especial, prévia ao XVI Encontro da SBPMat.


 

Caso não esteja visualizando corretamente esta mensagem, acesse este link

logo header 400

Boletim da
Sociedade Brasileira
de Pesquisa em Materiais

Edição nº 60. 31 de agosto de 2017.

XVI Encontro da SBPMat/ XVI B-MRS Meeting
Gramado, 10-14 setembro 2017

Mensagem do chair

Caros participantes,
Será um prazer recebe-los no XVI Encontro da SBPMat, na cidade de Gramado (RS) de 10 a 14 de setembro.
Dezesseis anos depois do primeiro encontro anual, nosso evento impressiona com seu grande número de resumos e participantes e com a qualidade das contribuições científicas que serão apresentadas em pôsteres e sessões orais. Neste ano, teremos 22 simpósios, 1 workshop e 1 tutorial. Reuniremos uma rica diversidade de autores e palestrantes do Brasil, América Latina e de vários e distantes lugares do mundo, todos com o objetivo comum de compartilhar ideias e novas perspectivas em um amplo leque de temas científicos e tecnológicos. Teremos também 7 palestras plenárias dos mais prestigiados cientistas em temas de fronteira da Ciência dos Materiais e uma palestra do renomado cientista brasileiro João Alziro H. da Jornada na abertura do encontro.
Tenho certeza de que o evento propiciará interação e colaboração; possibilitando contato com cientistas líderes nas suas áreas, bem como com amigos e colaboradores. No encerramento, serão entregues os prêmios da SBPMat e da ACS Publications para os melhores trabalhos de estudantes.
Espero que o evento seja estimulante e inspirador para todos vocês. Como sempre, visamos alto para promover o desenvolvimento da Ciência e Tecnologia dos Materiais.

Daniel Eduardo Weibel
Coordenador do encontro

weibel

Panorama

Apresentações: Cerca de 2.000 trabalhos devem ser apresentados nas sessões orais e de pôsteres dentro dos 23 simpósios do evento.

Participantes: Até o momento, mais de 1.300 pessoas de 19 países e de todas as regiões do Brasil fizeram suas inscrições para participar do evento.

Leque temático: Estudo, fabricação e modificação de diversos materiais (polímeros, metais, compósitos, hidrogéis, nanomateriais, biomateriais). Aplicação dos materiais nos segmentos de energia, aeronáutica, saúde, eletrônica, bioeletrônica, fotônica, plasmônica, fotocatálise, entre outros. Impacto ambiental da fabricação e segurança do uso de alguns materiais.

Expositores: 24 empresas e instituições estarão presentes nos estandes da exibição.

Veja o programa detalhado, com todas as apresentações orais e pôsteres, aqui.

Veja o programa resumido, aqui.

imagem encontro teste

Informações úteis

Inscrições: Permanecem abertas até o último dia do evento. É possível se associar ou renovar a anuidade da SBPMat durante a inscrição ao evento e assim pagar a inscrição especial para sócios. Atenção: o valor da inscrição ao evento + anuidade SBPMat é menor do que o valor da inscrição ao evento para não sócios. Veja aqui.

Agência de turismo. Opções de vôos, traslados desde o aeroporto e passeios turísticos, aqui.

Serviço de impressão de pôsteres. Veja as opções para retirar seu pôster no centro de convenções, aqui.

Local do evento. FAURGS. Rua São Pedro nº 663. No centro de Gramado, a poucas quadras de restaurantes, lojas, pontos turísticos e hotéis. Veja mapa, aqui.

Aplicativo do evento. Acesse por meio de seu dispositivo móvel: Google map e planta do centro de convenções, fones úteis, programação das apresentações com os respectivos resumos, leitura do QRCode dos pôsteres para obter os dados do trabalho e mais. O app está disponível sem custo nas lojas virtuais da Apple e Google. Busque “XVI B-MRS Meeting”.

Auxílio coletivo Fapesp. Os participantes que se inscreveram no pedido deverão entregar os documentos necessários para receber o reembolso durante o evento na secretaria. Mais informações, aqui.

Festa do encontro. Será na quarta, dia 13, a partir das 21h00, no Harley Motor Show, bar temático de Gramado. Ingressos (limitados) estarão à venda no bar. A festa terá patrocínio de periódicos da ACS Publications.

Destaques da programação

Domingo, dia 10. Minicurso sobre produção e publicação de papers de alto impacto. Será ministrado pelo prof. Valtencir Zucolotto (IFSC-USP) e pela doutora Christiane Barranguet, diretora de publicações de Ciência dos Materiais na Elsevier. Mais informações e inscrições (sem custo), aqui.

workshop

Domingo, dia 10. Palestra memorial “Joaquim da Costa Ribeiro”. A tradicional homenagem da SBPMat será neste ano para o prof. João Alziro H. da Jornada (UFRGS), que proferirá uma palestra sobre novas perspectivas em Ciência de Materiais e inovação no Brasil. Veja entrevista com o prof. Jornada, aqui.

jornada

Segunda, dia 11. Plenária de Hans-Joachim Freund sobre catálise heterogênea. Freund (índice h=97) é diretor do Instituto Fritz-Haber da Sociedade Max-Planck-Gesellschaft (prestigiado instituto de Berlim, Alemanha, dedicado a superfícies e interfaces), onde lidera um grupo de mais de 40 pessoas dedicado a compreender a catálise heterogênea. Saiba mais.

freund

Segunda, dia 11. Plenária de Alexander Yarin sobre nanofibras feitas com resíduos agropecuários por fiação por sopro em solução, e sua aplicações em medicina e meio ambiente. O cientista é Distinguished Professor na Universidade de Illinois em Chicago (EUA), onde coordena um laboratório de pesquisa em e mecânica de fluídos e sólidos de mais de 200 m2. Saiba mais.

yarin

Terça, dia 12. Plenária de Susan Trolier-McKinstry sobre filmes piezoelétricos para sistemas microeletromecânicos. A cientista, que preside atualmente a Materials Research Society, é professora na Penn State (EUA), onde lidera um grupo com ampla experiência em materiais piezoelétricos e seu uso em máquinas microscópicas capazes de executar movimentos em resposta a estímulos do ambiente, com aplicação em energia e saúde, por exemplo. Saiba mais.

susan

Terça, dia 12. Plenária de Kenneth E. Gonsalves sobre materiais para fabricação da próxima geração de circuitos integrados, de menos de 10 nm, por litografia com radiação do ultravioleta extremo. Distinguished Professor do IIT Mandi (Índia), o cientista vem desenvolvendo projetos de P&D para grandes empresas do segmento eletrônico. Saiba mais.

gonsalves

Terça e quarta, dias 12 e 13. Palestras técnicas de empresas. Ao longo de 2 manhãs e tardes, na sala 8, 13 palestras abordarão em profundidade diversas técnicas de caracterização e modificação de materiais e as últimas novidades do mercado na área. Saiba mais.

empresas

Quarta, dia 13. Plenária de Kirk Schanze sobre polieletrólitos conjugados e aplicações em energia e biomateriais. Editor-chefe da ACS Applied Materials & Interfaces desde sua criação, o cientista é professor da Universidade de Texas em San Antonio (UTSA), nos Estados Unidos. Seu grupo de pesquisa é pioneiro em síntese e aplicações dos polímeros conjugados solúveis em água que serão objeto da palestra. Saiba mais.

schanze

Quarta, dia 13. Plenária de Frédéric Guittard sobre materiais superhidrofóbicos inspirados na natureza. Professor da Universidade Nice Sophia Antipolis (França), este cientista e seu grupo estão entre os mais citados do mundo em superfícies hidro e oleofóbicas, inspiradas na natureza e com úteis aplicações como materiais antigelo, anti-incrustação e antibactéria, por exemplo. Saiba mais.

guittard

Quinta, dia 14. Plenária de Pulickel Ajayan sobre desafios e oportunidades da nanotecnologia para os materiais do futuro. Professor da Universidade Rice (EUA), o cientista é dono de um índice h de 144 e é autor de impactantes contribuições no mundo dos nanomateriais, como os nanotubos recheados, a bateria de papel e o tapete de nanotubos ultraescuro. Saiba mais.

ajayan

Quinta, dia 14. Entrega dos prêmios para estudantes. Serão anunciados e premiados o melhor oral e pôster de cada simpósio apresentados por estudantes de graduação e pós-graduação. A editora da American Chemical Society (ACS) outorgará prêmios aos 6 melhores de todo o evento. Para serem considerados vencedores, os autores devem estar presentes na cerimônia. Saiba mais.

acs premios

Siga-nos nas redes sociais e use #16EncontrodaSBPMat em suas postagens

Você pode divulgar novidades, oportunidades, eventos ou dicas de leitura da área de Materiais, e sugerir papers, pessoas e temas para as seções do boletim. Escreva para comunicacao@sbpmat.org.br.
Descadastre-se caso não queira receber mais e-mails

 

 

Entrevista com Kirk Schanze (professor da Universidade de Texas em San Antonio e editor-chefe da ACS Applied Materials & Interfaces).


KirkSchanzeNo grupo de pesquisa do professor Kirk Schanze, os polieletrólitos conjugados (CPEs, na sigla em inglês) têm sido objeto de estudos fundamentais e também protagonistas de aplicações. O grupo já explorou CPEs como sensores fluorescentes, em células solares e como materiais bactericidas, por exemplo.

No dia 13 de setembro, em Gramado, Kirk Schanze abrirá um espaço na sua apertada agenda de professor da Universidade de Texas em San Antonio (UTSA) e editor-chefe da ACS Applied Materials & Interfaces para proferir uma palestra plenária sobre CPEs no XVI Encontro da SBPMat.

Schanze formou-se em Química pela Universidade do Estado da Flórida (FSU) em 1979. Quatro anos mais tarde, obteve seu diploma de doutorado, também em Química, pela Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill. Logo depois, ganhou uma das concorridas bolsas do Instituto Miller para fazer um estágio de pós-doutorado na Universidade de Califórnia, Berkeley. Depois de dois anos como pós-doc, tornou-se professor da Universidade da Florida (UF), onde permaneceu até 2016. Ali foi professor de Química, ocupando a cadeira Prominski, e coordenador da divisão de Química Orgânica. Além disso, fundou o Schanze Group, que hoje continua suas atividades de pesquisa na UTSA.

Entre 2000 e 2008, Schanze desempenhou-se como editor sênior do prestigiado periódico Langmuir, da American Chemical Society (ACS). Logo depois, assumiu o cargo de primeiro editor-chefe do periódico ACS Applied Materials & Interfaces, que acabava de ser lançado.

Em 2016, Schanze deixou a UF para ocupar a cadeira de Química “Robert A. Welch Distinguished University Chair” na UTSA.

É autor de cerca de 300 papers e 20 patentes. Conforme o Google Scholar, sua produção científica conta com mais de 16.000 citações e seu índice h é de 71. É fellow da American Chemical Society. Foi professor visitante no Harbin Institute of Technology (China) e na Tokyo Metropolitan University (Japão) em 2011, da Ecole Normale Supérieure Cachan (França) em 2008 e no Chemical Research Promotion Center (Taiwan) em 2007. Recebeu distinções da Japan Society for Promotion of ScienceAmerican Chemical SocietyJapanese Photochemical AssociationNational Science Foundation e University of Florida, entre outras entidades.

Segue uma breve entrevista com o cientista.

Boletim da SBPMat: – Na sua opinião, quais são suas principais contribuições científicas e / ou tecnológicas para o campo dos polieleletrólitos conjugados? Descreva-as brevemente e sinta-se livre para compartilhar algumas referências de seus artigos, patentes ou livros.

Kirk Schanze: – Estamos entre os primeiros grupos a estudar polielectrolitos conjugados, que são polímeros conjugados solúveis em água. Seguem algumas das principais contribuições do nosso grupo para este campo:

a)Nosso laboratório foi o primeiro a reportar a síntese de um poli (fenil etinileno) sulfonato (PPE-SO3) fluorescente e solúvel em água e descrever a aplicação para a detecção fluorescente de íons na água a uma concentração ultrabaixa. [1]

b)Nós fomos os primeiros a reportar o uso de um polieletrólito conjugado fluorescente como sensor para a atividade enzimática, que é uma importante aplicação em biossensoriamento. [2]

c)Nosso laboratório desenvolveu as aplicações de polieletrólitos catiônicos conjugados para detectar a atividade enzimática da fosfatase. Essas enzimas são importantes em vários processos biologicamente significativos. [3,4]

d)Trabalhando em colaboração com o Prof. David Whitten, da Universidade do Novo México, desenvolvemos polieletrólitos catiônicos conjugados como uma nova classe de agentes antibacterianos. [5,6]

Referências:

[1] C. Tan, M. R. Pinto and K. S. Schanze, “Photophysics, Aggregation and Amplified Quenching of a Water-Soluble poly(Phenylene ethynylene)”, Chem. Commun. 2002, 446-447, 10.1039/B109630C.

[2] M. R. Pinto and K. S. Schanze, “Amplified Fluorescence Sensing of Protease Activity with Conjugated Polyelectrolytes”, Proc. Nat. Acad. Sci. USA2004101, 7505, 10.1073/pnas.0402280101.

[3] Zhao, X.; Liu, Y.; Schanze, K. S., “A Conjugated Polyelectrolyte Based Fluorescence Sensor for Pyrophosphate”, Chem. Commun. 2007, 2914-2916, 10.1039/b706629e.

[4] Zhao, X. Y.; Schanze, K. S., “Fluorescent Ratiometric Sensing of Pyrophosphate via Induced Aggregation of a Conjugated Polyelectrolyte”, Chem. Commun. 2010, 46, 6075-6077, 10.1039/c0cc01332c.

[5] Ji, E.; Corbitt, T. S.; Parthasarathy, A.; Schanze, K. S.; Whitten, D. G., “Light and Dark-Activated Biocidal Activity of Conjugated Polyelectrolytes”, ACS Appl. Mater. Interfaces 2011, 3, 2820-2829, 10.1021/am200644g.

[6] 299. Huang, Y.; Pappas, H. C.; Zhang, L.; Wang, S.; Cai, R.; Tan, W.; Wang, S.; Whitten, D. G.; Schanze, K. S., “Selective Imaging and Inactivation of Bacteria over Mammalian Cells by Imidazolium Substituted Polythiophene”, Chem. Mater. 2017, 2017, 29, 6389–6395, 10.1021/acs.chemmater.7b01796.

Boletim da SBPMat: – Você é editor-chefe da ACS Applied Materials & Interfaces desde sua criação, em 2008-2009. Em menos de 10 anos, o periódico atingiu um fator de impacto de 7,504. A que fatores você atribui este bom resultado?

Kirk Schanze: – A ACS Applied Materials & Interfaces (AMI) publica artigos que provêm de uma área de pesquisa de materiais atualmente muito ativa, especificamente materiais / interfaces aplicadas. Há uma grande comunidade de cientistas e engenheiros de todo o mundo que estão trabalhando neste campo. A AMI possui uma comunidade global de editores e membros do conselho editorial que representam suas regiões. Na verdade, o editor mais novo que se juntou ao nosso conselho editorial é o Prof. Osvaldo Oliveira Jr. da Universidade de São Paulo!

Boletim da SBPMat: – Frequentemente vemos artigos da comunidade brasileira de Materiais no ACS Applied Materials & Interfaces. Você poderia compartilhar com nossos leitores alguns números sobre a participação de autores do Brasil no periódico?

Kirk Schanze: – A ACS Applied Materials & Interfaces publicou mais de 100 trabalhos com autores ou co-autores do Brasil. Muitos desses trabalhos foram altamente citados no campo da ciência dos materiais. Exemplos de trabalhos altamente citados são:

-K. Poznyak†, J. Tedim†, L. M. Rodrigues†‡, A. N. Salak†, M. L. Zheludkevich*†, L. F. P. Dick‡ and M. G. S. Ferreira†§  Novel Inorganic Host Layered Double Hydroxides Intercalated with Guest Organic Inhibitors for Anticorrosion Applications, ACS Appl. Mater. Interfaces, 2009, 1 (10), pp 2353–2362, DOI: 10.1021/am900495r (co-author from Rio Grande do Sul Federal University in Porto Alegre)

-Heberton Wender*†, Adriano F. Feil†, Leonardo B. Diaz†, Camila S. Ribeiro‡, Guilherme J. Machado†, Pedro Migowski§, Daniel E. Weibel‡, Jairton Dupont§, and Sérgio R. Teixeira*† Self-Organized TiO2 Nanotube Arrays: Synthesis by Anodization in an Ionic Liquid and Assessment of Photocatalytic Properties, ACS Appl. Mater. Interfaces, 2011, 3 (4), pp 1359–1365, DOI: 10.1021/am200156d

Boletim da SBPMat: – Deixe um convite para sua palestra plenária.

Kirk Schanze: – Todos são convidados a participar da minha palestra, que irá destacar o nosso trabalho com polieletrólitos conjugados aplicado no campo da química de energia e de biomateriais.

Mais Informações

No site da reunião do XVI B-MRS, clique na foto de Kirk Schanze e veja seu mini CV e o resumo de sua palestra plenária:http://sbpmat.org.br/16encontro/home/